dinheiro felicidade

Dinheiro é mau?

“Dinheiro – porque é sempre tão mau, doutora?”

Provavelmente terá começado assim uma conversa improvável.

Olhei-a nos olhos, como faço sempre, muni-me dum sorriso e comecei por a ajudar a pensar no que tinha dito.

Seria uma certeza, uma verdade absoluta? Uma crença?

“Em toda a sua vida, o dinheiro foi SEMPRE mau?” depois de muito pensar, lá foi dizendo que não.  Os seus olhos começaram a ficar mais abertos…

“Lembre-se de dois exemplos em que o dinheiro foi bom…”

lentamente esboçava um ligeiro sorriso enquanto relatava a experiência de poder ter pago a clínica onde nasceu o seu filho… outras situações se seguiram cada vez com mais determinação…

“Quem conhece que usa o dinheiro de forma positiva, que lhe dá bom uso, que lhe permite perceber que é bom?”

Juro que fui eu que falei na Madre Teresa de Calcutá. Sem nada, como poderia ter ajudado tantas pessoas?

Rapidamente encontrou muitos outros exemplos…

“Se pensasse que o dinheiro é bom, como seria a sua vida?”

“Como se sentiria se assumisse que afinal é uma coisa boa? Como se sentiria no trabalho, na família, no grupo de amigos? Quer pensar nisso tudo agora ou só em duas situações?”

O resto da conversa foi uma fantástica partilha de crenças com muitas gargalhadas à mistura. Ficará para um próximo episódio com certeza.

Até já <3

Fernanda Afonso