Alívio da alma

Alívio da alma

Um dia olhei simplesmente para trás e senti, na alma, a liberdade de sentir!

Parece patético mas foi exactamente como me senti – livre para sentir!

Trouxe à minha mente todas aquelas pessoas que fizeram tudo para me provocar danos, ao longo do meu percurso. E, pessoa por pessoa, olhando-as profundamente nos olhos, disse-lhes para irem. Para seguirem  os seus caminhos. E agradeci-lhes, uma a uma, terem-me ajudado a confiar em mim, na minha capacidade de perdoar. Na minha capacidade de perceber que todos podemos decidir deixar de ser vítimas. Agradeci por me terem permitido reflectir, meditar, aprender e mudar. Agradeci terem-me ajudado a abrir a mente, o coração e a alma e a estar receptiva a novas formas de sentir e viver a vida.

Chamei-lhe perdão porque era a palavra que conhecia na altura.

Hoje chamar-lhe-ia “alívio da alma”.  Ou, tão só, “liberdade”!

Sinto que tudo acontece sem ser por acaso. Que existe uma ordem maior que não conhece mas posso acreditar que existe. E a isto chamo fé!

De repente, sem me ter dado conta, tudo fez sentido como se a minha mente estivesse totalmente aberta e receptiva ao mundo espiritual. E recebesse a força e a determinação para aceitar um bem maior.

Ainda hoje esperneio e praguejo, por vezes. Quando sinto uma dor lancinante. Qual de nós não espernearia se lhe abrissem a garganta a sangue frio? Mas depois, olhando para trás, percebemos que isso significou a diferença entre a vida e a morte. Se não tivesse havido alguém a fazê-lo teríamos asfixiado e morrido… então, depois da dor tamanha vem a calma e o agradecimento.

Agradecer a quem nos feriu, mesmo que a intenção não fosse ajudar-nos a viver melhor, mas se isso nos ajudou a seguir em frente mais fortes, é libertador.

Poder olhar para quem nos feriu e agradecer, de coração, é sentir a conexão com o Divino.

E eu sinto-me conectada com a Luz!

Fernanda Afonso

 

Conhece o seu propósito de vida?

Sabe…

Não faço defumações nem passo a vida a rezar.

Não uso crucifixos, cristais, fotografias de santos  nem me visto de branco para trabalhar.

Não vendo sal dos Himalaias nem plantas benzidas.

Não me descalço quando trabalho e nem tão pouco deixo de usar saltos altos.

Não uso cânticos nem água benta.

Não faço leitura de mãos, nem de folhas de chá, nem de búzios nem de borras de café.

Não faço mapas astrais nem leio cartas.

Não faço dádivas ao mar nem me deito com as árvores em florestas encantadas.

Nunca fui raptada por seres de outros planetas nem tenho mestres que me dizem o que fazer.

Tenho amigos, grandes profissionais, que são fantásticos em todas estas áreas.  Alguns têm códigos especiais que só eles entendem e é maravilhoso presenciar isso…

Eu sou tão maravilhosamente igual a todos vocês…. E tão diferente, certamente…

Por vezes sou acutilante e até firo quem gosta de mim

Entre o vinho e o chá ao jantar, opto pelo vinho, tinto de preferência.

Digo piadas “à mãe” que é como quem diz, piadas com efeito leeeento…. Daquelas que se percebem só algum tempo depois… e muitas vezes sem piada.

Acho a posição de Lotus um verdadeiro tormento e opto por posições diferentes em que me sinto confortável

Tenho mantras pouco convencionais e, algumas vezes só eu as entendo…

Falho muitas vezes e acho que sou perfeitamente imperfeita.

Conheci a psicologia positiva

Sinto que cada dia é um novo dia e uma nova oportunidade de aprendizagem. Sinto que em cada dia existe uma nova oportunidade para reescrever tudo aquilo que quero reescrever…

Caio algumas vezes e percebo que o tapete não é o meu lugar seguro. Fico triste e entendo que a tristeza não é o meu estado natural.

Abro a minha mente a tantas ideias maravilhosas de tantos pensadores e sinto o quão gostava de ter sido eu a escrever tudo isso….

Sei que tenho comigo a força extraordinária da intenção, da vontade, da persistência, da perseverança, do trabalho, da aprendizagem, da coragem, da resiliência e da vontade inabalável de ajudar quem quer ser ajudado. Com as ferramentas que eu tenho, que aprendo todos os dias da minha vida, que chegam até mim das mais variadas maneiras, vou subindo a escada da vida.

Reforcei a paz na meditação, resignifiquei traumas com a hipnose clínica e com a Programação Neuro Linguística, dei sentido à minha vida com a espiritualidade, superei lutos, aprendi a conduzir a minha mente,  encontrei as vantagens da psicologia positiva… e sorrio a cada momento por acreditar que a vida é maravilhosa.

Encontrei o meu propósito de vida…

E posso Ajuda-lo(a) a perceber que o seu estado natural é a felicidade. Que as suas memórias são apenas memórias e podem ser recriadas. Que os seus medos podem ser transformados. Que as suas perdas podem ser superadas. Que a vida tem um propósito e que poderá conhecê-lo. Que a vida é a oportunidade de desfrutar de si, duma das mais maravilhosas criações do Universo.

Até já

Fernanda Afonso

Conversas com CorAção

CorAção – conversas com cor e Ação

Conversas com CorAção são as nossas conversas.

São as conversas com Cor. Com todas as cores do arco-íris e com Ação. Aquela ação que nos leva a sair das nossa zona de conforto e a comprovar que somos capazes de fazer, se sentir, de pensar…
São a nossa oportunidade de conversar com o coração, com cor e com ação…

Sabe aquela situação que se vem arrastando na sua vida e que quer sentir resolvida mas não sabe se a hipnoterapia ou a meditação mindfulness é a estratégia certa para si?

Aquela perda que ainda não superou e não sabe se será normal?

Aquela sensação de não lhe apetecer fazer nada e pensar que vai passar com o tempo?

Não sabe ao certo como as técnicas que uso a/o poderão ajudar?
Precisa de algumas informações adicionais antes de tomar a decisão de pedir ajuda técnica?
Tem uma pergunta mas não se sente à vontade para a colocar publicamente?

Então use este espaço.

Envie-me um sms, um e-mail, uma mensagem privada no facebook, e responder-lhe-ei obviamente sem o/a identificar.
É a sua ação! Pinte-a com as cores do arco-íris!

Telefone – 932996559
Skype – fernanda.afonso.hipnose
E-mail – geral@fernandaafonso.pt
@DraFernandaAfonso
www.fernandaafonso.pt
Até já <3